Gazeta do Ceará

Compartilhe:

Notícias

Brasil

Desemprego fecha 2019 em 11% e cresce a informalidade no Brasil

Segundo dados do IBGE, divulgados hoje, sexta-feira, 31/01, a taxa de desemprego no trimestre que encerra em dezembro de 2019 chegou a 11%. Menor índice desde março de 2016, onde o desemprego estava em 10.9%.

Os dados animam em parte, considerando que também revelam que vivemos no período com maior número de trabalhadores informais. Daqueles com ocupação, 41.1% estão na informalidade, maior taxa desde 2016.

Para trimestres terminados em dezembro, essa é a menor taxa registrada desde dezembro de 2015, onde os números chegavam a 8.9%.

Em coletiva, Adriana Beringuy, analista da pesquisa, foi verificado um aumento significativo de postos de trabalho ao longo do ano. “Claro, nessa época do ano devemos levar em consideração a sazonalidade característica do fim do ano. Precisamos esperar para verificar se essas pessoas permanecerão empregadas.” Destacou a analista.

INDUSTRIA E COMÉRCIO

Industria e comercio mostraram uma reação em seus setores, “inclusive com contratações com carteira assinada.” Segundo Beringuy, essas contrações podem estar ligadas a expectativa de quem contrata, mas “é preciso acompanhar os próximos resultados de 2020, mas é preciso verificar a sustentabilidade destes resultados.”

OCUPAÇÕES DE BAIXOS SALÁRIOS

Os dados da pesquisa e a entrevista dada pela analista, Adriana, mostram que mesmo com a redução do desemprego, as ocupações efetivadas em 2019 são de baixos salários, característica dos trabalhos informais e/ou temporários.

Os trabalhadores informais somam 38.4 milhões de pessoas, o maior desde 2016.

imagem disponível no site G1.com