Gazeta do Ceará

Compartilhe:

Notícias

Brasil, Destaques

Violência contra animais cresce no país

A violência contra humanos é algo injustificado e intolerável. E quando essa violência acontece com animais indefesos, que já sofrem pelo abandono, relento e fome?

Gente com instinto selvagem, como um homem que agrediu sua cadela com um tijolo, colocou em um saco e a deixou em uma área baldia para morrer. A cachorrinha foi resgatada, tratada e passa bem.

No Paraná a polícia descobriu um canil com 18 animais que viviam em péssimas condições. Isso acontece em muitos lugares, nos quatro cantos do país.

Só no estado do Rio de Janeiro, em 2017, foram 3100 denuncias maus tratos, em 2019 esse número cresceu para 6400 casos. São Paulo, Manaus e Campo Grande também registraram aumento nos últimos anos.

Esses bichinhos indefesos estão em cada canto do país a espera de cuidados. O poder público não tem uma política pública neste sentido e a população, além de não colaborar com adoções, ainda abandona ou mau trata esses animais.

Infelizmente a covardia de quem agride um animal não conta com punição à altura. O agressor ou agressora pode pegar apenas um ano de prisão passível de ser convertida em prestação de serviço comunitário.